Repercussões do debate Nye-Ham em Portugal | 24Fev2014 19:44:29

CW_monument_deflated.jpg

O único comentador criacionista num fórum português (astropt.org) foi também o único a ter o seu comentário editado pela administração do site.

 

 

Comentário inicial: Luís J

17/02/2014 em 15:55 (UTC 1)

Ken Ham está certo

O mundo não pode ter milhões de anos

Quem quiser saber porquê basta ir ao Google e procurar criação vs evolução

Marcos 10:6 Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea.

 

 

(Resposta de) Rafael Rodrigues

17/02/2014 em 17:34 (UTC 1)

http://www.youtube.com/watch?v=epyEp6bdJaU

 

[resposta sem nexo]

 

 

(Resposta de) Marco C

19/02/2014 em 15:14 (UTC 1)

Oi Luis J,

Por que você acha isso? Você tem alguma base pra acreditar que o mundo “não pode ter milhões de anos”? Se alguém lhe deu um bom motivo pra acreditar nisso, poderia compartilhar com todos? Não aceite qualquer argumento de ninguém nem de livro nenhum. Porque não questionar o que está escrito na bíblia? “Porque foi deus quem escreveu”, você pode me responder. Mas quem disse que foi Deus? Seu pastor/padre/líder espiritual? Seus pais? Porque não questionar eles?

Digo isso porque não acho que as pessoas deviam acreditar no que quer que seja, sem perguntar a si mesmo se aquilo faz sentido. Não acredita que o mundo possa ter milhões de anos? Fantástico, eu fico imaginando realmente o que pode levar alguém a acreditar nisso. By all means, vá pesquisar e traga as provas! Não só no site, eu garanto com 100% de certeza que o mundo inteiro iria ficar fascinado com suas descobertas se isso se provar verdade.

 

Se você fizer isso, todos ganham, não importa o resultado. Se você achar provas positivas, os Creacionistas vão lhe louvar pelo resto dos tempos. A comunidade científica vai ficar extasiada por evidências tão retumbantes, e também vai lhe louvar. Do contrário, caso não encontre tais provas, ainda assim você vai aprender muito sobre o mundo e abrir a mente para novas idéias, e ainda pode descobrir uma vocação ou mais evidências de que o mundo tem, não milhões, mas bilhões (milhares de milhões) de anos.

 

É claro que é extremamente comodo e fácil discordar de algo só porque alguém lhe disse pra discordar. Mas você tem o tempo, a paciência, a vontade pra ir além disso?

Se sim, garanto que será bem vindo à comunidade de pensadores críticos e cientistas. Se não, bom… Continue crendo no que bem entender, mas não venha com argumentos sem base nenhuma, sustentados simplesmente por sua preguiça mental e pela criação que recebeu.

 

 

 

(Resposta de) Luís J

22/02/2014 em 20:24 (UTC 1)
(… comentário editado… )
a) Evidências de um mundo jovem (inglês)
Quatorze fenómenos naturais que colidem com a ideia evolucionista de que o universo tem milhares de milhões de anos:
1. Os braços das galáxias enrolam-se rápido demais
2. Muito poucos restos de supernovas
3. Os cometas desintegram-se rápido demais
(… comentário editado…)

 

- - - - - - -

A seguir o comentário na sua íntegra (não censurado)


Olá Marco C

1) O teor da sua mensagem parece-me irónico e agressivo (alguém lhe disse, preguiça mental, etc.); nesse caso será um ataque ad hominem muito usado por quem está falho de argumentos (quando a mensagem não agrada, mate-se o mensageiro) e por quem tem uma abordagem emocional ao assunto em discussão. Acho que não é preciso mostrar desrespeito para com aqueles que têm uma visão diferente. Afinal estamos apenas a falar de ciência e porque não discutir o tema com serenidade? Porquê ficar tão crispado ao ponto de usar termos agressivos? Se o criacionismo é tão bobo assim, não dá para entender porque os evolucionistas ficam tão rudes contra os criacionistas. Porque não mostrar com serenidade e clareza a falsidade dos argumentos supostamente ridículos do criacionismo? Porque é que os evolucionistas no controle das publicações científicas impedem artigos que tenham apenas uma leve insinuação criacionista de serem publicados? Será porque a Evolução é uma fábula anti-científica inventada para evitar prestar contas perante Deus? Será isso que incomoda os evolucionistas e os torna tão agressivos?

"A evolução não pode ter acontecido por acaso, mas não estou disposto a invocar um deus" – Miklos Bodanszky, químico especialista em peptídeos, de renome mundial.


2) argumentos:

a) Evidências de um mundo jovem (inglês)
Quatorze fenómenos naturais que colidem com a ideia evolucionista de que o universo tem milhares de milhões de anos:
1. Os braços das galáxias enrolam-se rápido demais
2. Muito poucos restos de supernovas
3. Os cometas desintegram-se rápido demais
4. Não existe lama suficiente no fundo do mar
5. Não existe sódio suficiente no mar
6. O campo magnético da terra está a decair rápido demais
7. Muitos estratos estão dobrados e apertados demais
8. Material biológico decai depressa demais
9. A radioatividade fóssil encurta as “idades” geológicas para apenas alguns anos
10. Hélio a mais nos minerais
11. Carbono 14 a mais nos estratos geológicos profundos
12. Esqueletos da idade da pedra são muito poucos
13. A agricultura é recente demais
14. A história é muito curta
http://www.answersingenesis.org/articles/2005/06/01/evidence-for-young-world

b) Desmontando os argumentos de Bill Nye (em inglês)
http://www.answersingenesis.org/get-answers/features/debate-answers
c) As 15 perguntas que os evolucionistas mais temem (português)
http://darwinismo.wordpress.com/2011/09/28/as-15-perguntas-que-os-evolucionistas-mais-temem/
d) 101 evidências para uma idade recente da terra e do universo (inglês)
http://creation.com/age-of-the-earth

 

3) as perguntas que você faz devia, talvez, fazê-las a si próprio. Porque você acredita no que lhe dizem? Nada explodiu – uma impossibilidade científica - e tornou-se em tudo. Os evolucionistas, que são quem afirma isto, não conseguem explicar donde veio a energia para a explosão. Nem como uma explosão poderia ter produzido todo o desenho que vemos no universo. As pessoas sabem que as explosões nunca produzem ordem, mas sim uma grande desordem.

 

O universo rebentou e transformou-se em algo a partir de absolutamente coisa nenhuma – zero, nada. E à medida que ficava maior encheu-se com ainda mais material que veio absolutamente de lado nenhum – Alan Guth, Abril de 2002, Discover Magazine

 

4) abrir a mente: parece-me que o homem quer sempre algo novo, mas muitas vezes é preciso fechar a mente; fechar a mente para a mentira e para o que vai contra os valores que deveriam nortear a sociedade. O Papa Leo XIII fala do “desordenado amor da inovação” na sua encíclica “Libertas Praestantissimum”

 

5) será bem vindo à comunidade... !?

Durante o debate, Bill Nye disse que, se pudéssemos encontrar "apenas um" fóssil que estivesse fora do lugar que poderíamos mudar o mundo.”

       A certa altura do debate Ken Ham mencionou a descoberta de um bocado de madeira (datada em 45.000 anos) dentro de basalto supostamente com milhões de anos. Bill Nye fez um comentário superficial e não mais voltou a abordar o assunto, mesmo depois de Ham ter voltado a mencioná-lo.

       Antes do debate Nye disse algo no sentido de que mesmo que se convertesse à fé, ele nunca, nunca iria mudar de ideias quanto à idade da terra.

       Não é simplesmente uma questão de fornecer evidências para convencer as pessoas , porque as pessoas não querem ser convencidas. Lemos em Romanos 1:20 que há provas suficientes para convencer a todos que Deus é o Criador. Além disso, Romanos 1:18 nos diz que os homens "suprimem a verdade em injustiça."
    Não é uma questão de falta de provas para convencer as pessoas de que a Bíblia é verdade, o problema é que elas não querem crer na Bíblia. A razão para isso é óbvia. Se as pessoas acreditassem no Deus da Bíblia, elas teriam que reconhecer a Sua autoridade e obedecer as regras por Ele estabelecidas. No entanto, todo o ser humano sofre do mesmo problema - o pecado que Adão cometeu no Jardim do Éden, uma doença que todos nós herdamos. O pecado de Adão foi a rebelião contra a autoridade de Deus. Da mesma forma, as pessoas em todos os lugares hoje estão em rebelião contra Deus, de modo que admitir que a Bíblia é verdadeira seria uma admissão de sua própria natureza pecaminosa e rebelde e de sua necessidade de nascer de novo pela limpeza através do sangue de Cristo.
    É fácil de ver esta ignorância voluntária em ação ao assistir os debates sobre a questão das origens. Na maioria dos casos os evolucionistas não estão interessados na abundância de dados, provas e informações apresentadas pelos criacionistas. Eles geralmente tentam atacar os criacionistas, tentando destruir a sua credibilidade. Eles não estão interessados em dados, raciocínio lógico, ou qualquer evidência que aponta para a criação ou refuta a evolução porque estão totalmente comprometidos com sua fé religiosa chamada evolução. . . .

 

Cumprimentos

 

 

 

Que conclusão tirar desta troca de palavras?

 

Todos puderam falar o que entenderam excepto uma pessoa – um criacionista da terra jovem. Porquê a descriminação? Não me parece que isto seja jogo honesto. No entanto isto é consistente com a censura evolucionista, que não quer ver o seu monopólio ameaçado, que não quer que haja debate, que é inimiga da verdade e do saber.

Há um termo em inglês que me vem à memória, “rigged”, que descreve uma situação em que são atribuídas vantagens desleais ou não equitativas a um lado do confronto.

Infelizmente a fé evolucionista não se rege pelos mesmos princípios da boa educação e do tratamento equitativo das questões e das pessoas; em suma, não está vinculado ás regras da moralidade.

 

Editor



5LTBL_glasses_P_f.gif









Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários
Não existem comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

Notícias

noticiasoferta.png

Procura
Criação Vs Evolução


Introdução           
Origem do universo
Origem da vida
Origem do homem 
Datações
O mundo não pode ter M de anos
Catástrofe e não processos lentos
Coluna geológica
Não é preciso M de anos      
Afinal era mentira...   
         
Bibliografia


Fruto Eterno

 

Mapa de tráfego
Contacto

correio.jpg

©2017, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional